A energia do bouquet

March 23, 2014

Eu nunca havia imaginado que por trás do bouquet existissem crenças e superstições com vibrações tão boas e genuínas. Como uma das nossas Antoniaz vai casar e procuramos significado em tudo para criar cada detalhe especial, fomos pesquisar a história do bouquet e saber como essa questão seria resolvida para a noiva.

 

Descobrimos que antigamente não eram flores que compunham o inseparável amigo de cerimonias, eram ervas e alho. Isso começou na Grécia, pois, eles acreditavam que afastava o mau olhado e atraía bons fluidos. Já na Idade Média o trajeto da noiva até o altar contava com a participação dos moradores da cidade, convidados ou não, eles entregavam para a noiva temperos, ervas e flores também com o intuito de atrair boas vibrações para o casal.

 

Só bem depois dessa época o bouquet começou a ser confeccionado para a noiva e mesmo assim as flores também eram escolhidas por seus significados.

 

Cactus: perseverança; Copo de leite: reconciliação; Tulipa: declaração de amor; Coroa imperial: majestade, poder; Margarida: inocência, virgindade; Camélia: beleza perfeita; Cravo amarelo: desprezo; Lírio: pureza; Miosótis: fidelidade; Flores do campo: juventude; Celósia: fertilidade; Cravos variados: rejeição; Crisântemo: paixão; Rosas: amor em suas várias formas; Dália: crescimento; Hortência: frieza, indiferença; Dedaleira: falsidade; Gerânio escuro: tristeza; Dente-de-leão: oráculo e Gérbera: vida, energia.

 

Créditos das fotos: Style me Pretty Pinterest

Please reload

Filtro:

Destaque

Além do bem casado

1/3
Please reload

posts por assunto
Please reload

Siga As Antoniaz
  • Facebook Grunge
  • Instagram Grunge
  • Pinterest Grunge

Quer ajuda para organizar o seu casamento? 

Conheça os nossos serviços:

produção do evento

Contratação de fornecedores, RSVP, etc.

comunicação visual

Save the Date, Convite, Site dos noivos e mais!

roteiro lua de mel

Busca por vôos, hotéis, passeios e mais